segunda-feira, 14 de novembro de 2016

Centauro Cartomante

Que todos os seres místicos que cruzaram meu caminho estejam escritos
Lembro então do segundo fogo de vênus, centauro tocando um violino
Para que eu chore as canções velando a morte de Bowie pelos sete ventos
Cantigas medievais e lamentos de poucos dias paqueteando seus ritos. (D.S)


Nenhum comentário:

Postar um comentário